Análise: Bruce Lee – Return of the Legend (GBA)

Game: Bruce Lee – Return of the Legend
Plataforma: Game Boy Advance
Gênero: Porrada!
Ano: 2002
Produtora: Vicarious Visions

Capa do game.

Capa do game.

Ixtorinha:
Após algumas tentativas de encaixar um dos maiores astros do cinema no mundo dos games, tivemos aquele famoso jogo de luta chamado “Dragon: Bruce Lee Story” que saiu pra uma porrada de plataformas na época, no qual era baseado no filme-biografia da lenda. Aí chega no mercado um tal de Game Boy Advance, um portátil tão potente pra época que recebeu várias versões de clássicos do Super Nintendo e Mega Drive. Então esse game do Bruce Lee é aquele mesmo baseado no Dragon? NÃO! E isso foi bom? Digamos que excelente. Agora temos um game onde Bruce Lee sai por aí quebrando tudo e todos. A história do jogo é bem semelhante a história de seus clássicos, um bandidão matou seu mestre e Bruce Lee (com o pseudônimo Hai Feng) quer apenas vingança. Acontece que esse bandido controla uma máfia do CARALHO. Aí já viu, pra chegar até ele não vai ser nada fácil. No caminho você conta com a “ajuda” de um tira de interpol que tá atrás dele também.

O mano da Interpol que vai te "ajudar".

O mano da Interpol que vai te "ajudar".

In game:
Bruce faz de tudo, um pouco. Chutes e socos de tudo quanto é tipo estão presentes, armas como bastão, dardos e nunchaku você poderá catar do chão ou roubar dos adversários (só não dá pra roubar as armas de fogo =/ ). Estas armas tem uma barra de duração, tipo seu life.

Dançando com o Nunchaku na cara do fdp.

Dançando com o Nunchaku na cara do fdp.

Há dois tipos de fases; as normais, onde você vai abrindo portas e tal e passando o rodo geral, e tem fases que você tem que passar escondido do início ao fim, se escondendo em cavidades da parede ou no ar. Você não vai saber fazer todos os golpes já de cara mas não se preocupe; no começo do jogo tem um tutorial completo.

Tocando o Lindomar.

Tocando o Lindomar.

Existem vários níveis de jogo que você vai liberando conforme vai terminando e os modos mais difíceis são desafiadores pra valer! Antes de começar o jogo também você tem que escolher o figurino do Bruce, com roupas que ele usou nos filmes que você vai abrindo também conforme vai terminando.

No provador...

No provador...

O jogo tem o sistema de continues infinitos com barra de energia, ou seja, morreu, o Bruce dá um gritinho bem agudo e a fase continua do JackPot (CheckPoint!) ou do começo, dependendo da situação.

Pra não dizer que o jogo é PEEEERFEITO ele tem seus defeitos, claro. Como nas fases que você tem que passar escondido, você pode estar bem na frente do bandido que ele não vai te ver o_o.

Nessa fase dá pra ir escondido ou passando o rodo.

Nessa fase dá pra ir escondido ou passando o rodo.

E vamos aos itens;

Espécie de garrafinha de leite ou sei lá o que – Recupera parte pequena do life.
Cruz vermelha – Recupera parte maior do life.
Nunchaku – Arma.
Bastão – Arma.
Dardos – Arma de distância.
Chaves – De várias cores, abrem as portas de sua respectiva cor.

Trilha sonora:
Poucas músicas, algumas de clima chinês ‘dinglingling’ e outras mais puxadas pra ação.
O som dos golpes aplicados tá jóia.

Controle:
Bastante vasto, combinando os botões dá pra fazer muita coisa. Esquerda e direita andam, duas vezes seguidas corre, Baixo se abaixa, cima serve pra segurar pra aplicar golpes altos, baixo + direcional dá rolamento, A pula, B dá soco, L defende e R dá chute aí tem uma porrada de golpes especiais que segura um e aperta outro faz isso e aquilo e cê tem que ver no tutorial inicial do game a lista completa pois é coisa pra caralho.

Até atacar pendurado rola.

Até atacar pendurado rola.

Algumas curiosidades:

– O site oficial do Bruce Lee ( http://www.bruceleefoundation.com ) está presente no início e no fim do game para os fãs do ator conhecerem melhor suas obras.

– Entre os modos do game há um chamado “Director’s Cut”, bastante difícil.

– No game, Bruce Lee se chama Hai Feng.

Graficosstar-color3star-color3star-color3star-grey3star-grey3
OST star-color3star-color3star-color3star-color3star-grey3
Jogabilidade star-color3star-color3star-color3star-color3star-color3
Gameplay star-color3star-color3star-color3star-color3star-color3
Diversão star-color3star-color3star-color3star-color3star-color3
Brucelidadestar-color3star-color3star-color3star-color3star-color3star-color3star-color3star-color3star-color3star-color3star-color3star-color3star-color3star-color3star-color3

7 Responses to Análise: Bruce Lee – Return of the Legend (GBA)

  1. The Red disse:

    Boa matéria! Se existe um personagem (lendário como no caso de Bruce Lee) que deveria ter um novo game para nossa atual geração, este seria ele!
    Imagem jogo para PS3 ou Xbox 360 baseado no filme Operação Dragão…

  2. Diego Camara disse:

    Sensacional o trabalho de vocês aqui!

    Ganharam um novo fã sem dúvidas. Adoro games, e estes antigos ainda me trazem uma nostalgia enorme.

    parabéns para vocês!

  3. VIDEL disse:

    Bruce lee foi um cara que morreu antes do tempo, naquela época o cinema não conseguia mostrar o que ele REALMENTE conseguia fazer. Ta ai, vou ver se jogo esse jogo depois! :]

  4. JT disse:

    Melhor game do chines fdp que adora berrar \o/ !

    Não tem pra ninguém, além de longo, o desafio desse game é DESCABELANTE.

    As fases em stealth provavelmente foram feitas por algum puto muito puto com a vida.

    JOGUE AGORA!

  5. colimar disse:

    Fuedamente excelente

  6. Jo disse:

    EU ZEREI EM TODOS OS NIVEIS! E NO TELCLADO, AINDA. CHUPEM 8D

  7. Esse é o meu primeiro post e já aproveito para parabenizá-los pela página. Excelente!

    Enfim.. minha contribuição para essa análise é a de que, apesar do Bruce Lee ter entrado nos consoles com um jogo mediano como o Dragon, anteriormente, para os computadores, havia um jogo dele considerado foda pra época. Ele foi lançado, tal como o Dragon, para uma diversidade grande de modelos como o ZX-Spectrum (TK-90X), Commodore 64 e Amstrad. Existe até um Remake dele pro PC. Eu mesmo cheguei a zerar, na época do lançamento, a versão do Tk-90X. Muita boa!

    Segum links no youtube para duas versões deles, caso queiram conhecer.

    ZX-Spectrum

    Remake

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: