Análise: Miracle Warriors (master system)

Game: Miracle Warriors – Seal of the Dark Lord
Plataforma:
Master System
Gênero:
Adventure
Ano:
1987
Produtora:
SEGA

“]miraclewarriors

a capinha é bacana :

Bem galerinha que acompanha o blog, aqui vai uma análise do atual RPG que estou jogando do master system. Um dos primeiros rpgs pra videogame que saiu em 1987.

aberturas miraclewarrios

Parece um bando de metaleiro!

O jogo é um tipico RPG daqueles que você entra em batalhas. A historia toda começa com uma lenda baitola de um pastor chamado Iason que abre um portal e faz o mundo todo se encher de mostros. O pastor toma seu leite parmalat e coloca mostrinhos pra correr. Em seguida ele faz uma profecia que os mostros iriam voltar (ele fez a merda, deve saber mesmo) e que quatro metaleiros (os  ali de cima ) iriam aparecer pra colocar o mundo em paz novamente.

miracle warrios 1

Bem, você começa sozinho no jogo, sem dinheiro, sem grana, praticamente NU. Apesar de na imagem mostrar você de armadura todo bonitinho…. O diferencial do jogo é que você não controla um bonequinho pelo mapa, na verdade o mapa é aquele quadradinho no canto superior direito. Ali mostra um quadradinho que indica onde você esta , você  vai andando pelos quadradinhos enquanto a visão do personagem mostra montanhas/florestas/arvores de acordo com o terreno que você estiver. Mas uma grande falha é que as imagens apenas vão se repetindo, ou seja você vai andando em direção à uma floresta, ela vai se aproximando na visão de frente (dando sensação de movimento) e depois fica longe denovo, repetindo a imagem.

Miracle Warriors 2

Dentro de uma dungeon!

Os mostros são bem diversos, diria até bem feitos (cada um com o nome mais bizarro que o outro). Alguns bem difíceis, você pode encontrar um mega ultra inimigo dificil logo no começo do jogo, então evite florestas e montanhas até ter comprado armas/armaduras e subido bastante de nivel. Um ideia legal que eles tiveram foi colocar viajantes/comerciantes/monges no jogo, matando os “maus” sua popularidade cresce, e usando a opção “talk” você pode conversar com os bonzinhos, ganhando informações (inuteiiis) ou até mesmo enchendo o life.

Miracle Warriors 3

CONTRAS: O jogo é meio cansativo, você fica meio sem saber o que fazer, fora que o mapa é muitooooooo pequeno (acredito que vem um mapa do mundo no MANUAL do cartucho) . Quando você finalmente pega um companheiro você acredita que as coisas vão mudar pra melhor… ERRADO. Durante a batalha você só pode atacar UMA VEZ. isso mesmo, você não tem dois ataques por ter dois personagens, apenas um. Escolha a opção ataque e o personagem com o qual quer atacar, triste não? Enquanto os inimigos podem causar dano em todos os personagens de uma vez. (a sorte é que só tem 1 mostro por batalha).

Miracle Warriors 4
A música do jogo enche o saco, toda vez que você entra em batalha e repetindo toda hora que você entra em batalha (ou seja, a cada 4/5 passos), fora que o som é beeeem chiado. Aquela tipica músiquina chata 8bits.

Miracle Warriors 5

Esse é o tipico jogo que só joga quem gosta mesmo do estilo RPG. Fora um erro aqui e outro acolá o jogo não é de todo ruim.

Gráficos: star-color23star-color23star-color23star-color23star-grey22
OST: star-color23https://ftwgames.files.wordpress.com/2009/01/star-half.png?w=16&h=15&h=15star-grey22star-grey22star-grey22
Jogabilidade: star-color23star-color23https://ftwgames.files.wordpress.com/2009/01/star-half.png?w=16&h=15&h=15star-grey22star-grey22
Gameplay: star-color23star-color23https://ftwgames.files.wordpress.com/2009/01/star-half.png?w=16&h=15&h=15star-grey22star-grey22
Diversão: star-color23star-color23https://ftwgames.files.wordpress.com/2009/01/star-half.png?w=16&h=15&h=15star-grey22star-grey22
Geral: star-color3star-color3https://ftwgames.files.wordpress.com/2009/01/star-half.png?w=16&h=15&h=15star-grey22star-grey22

Anúncios

Sobre VIDEL
Como me definir? vá em /configurações/opções/melhorar resolução da cara do videl

10 Responses to Análise: Miracle Warriors (master system)

  1. Justo says:

    A capa é boa, e pela análise, é fácil você querer saber de outro jogo.

    “Um dos primeiros rpgs pra videogame que saiu em 1997.”

    1997? OMG!

  2. Jack T, O Velho Piadista says:

    Credo, nunca aluguei, mas sempre vi a capa nas locadoras, ñ sei pq, mas nunca me atraiu….agora entendo.

  3. Alexandre says:

    Excelente análise! Queria saber se vocês pretendem fazer uma análise do game Super Smash Bros. algum dia desses.

  4. Raphael Belmont says:

    Esse despertou minha curiosidade, vou dar uma olhada nele hoje mesmo. Tenho quase certeza de q vou odiar, mas vou olhar mesmo assim. =D

  5. 9voltclub says:

    rpg oitentista é dificil de jogar mesmo

  6. Sir Kao says:

    Vejam só, eu queria fazer o review desse jogo, mas você foi mais rápido. =P

    O Miracle Warriors original (Haja no Fuuin) é de 1986, e foi lançado para o PC-98, a versão do Master System é só uma conversão.

    O engraçado é que as batalhas lembram bastante Phantasy Star, mas se alguém copiou algo, foi o próprio Phantasy Star, sendo que esse clássico foi lançado depois.

  7. jdarshcosta says:

    Alguem poderia fazer a análise do RPG de Master System chamado Y’s? Foi um dos poucos que eu joguei e na época achei muito legal. Nem consegui fechá-lo, mas era bem divertido…

  8. arda exterminador do futuro 5 says:

    bela analise esse jogo é bem fraco

  9. 64gamers says:

    Adoro esse jogo estou até zerando ele agora no meu blog. Otimo Blog!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: