Rapidinha: Adventure (Atari 2600)

Adventure é considerado o primeiro jogo de ação-aventura, foi lançado em 1979 e foi inspirado em um jogo de computador baseado em texto, Colossal Cave Adventure. Adventure vendeu 1 milhão de cópias.

b_adventure_color_front

Além de lançar o estilo ação-aventura, Adventure também foi o primeiro jogo a permitir que um personagem carregue objetos para outros lugares, e é basicamente a isso que a jogabilidade se resume.

adventure1

O destemido Quadradinho enfrenta o pato vermelho

O objetivo do jogo é encontrar o cálice e leva-lo de volta ao castelo dourado (amarelo?). O herói, apelidado  de “quadradinho”, explora labirintos, castelos, masmorras e precisa derrotar três dragões (que na época eu chamava de PATO) que guardam os tesouros, para isso ele se vale de uma espada (na verdade uma seta), arma eficiente o bastante para derrotar os monstros em apenas um golpe.

atariadventure

Oops, não é por aqui...

Como o nosso herói de 4 lados só consegue carregar 1 objeto de cada vez, é preciso uma certa estratégia para vencer o game, que pode ser jogado em três dificuldades:

  • Game 1: A versão mais curta e simples do jogo, o dragão vermelho, o morcego maluco, o castelo branco, as catacumbas e o labirinto do castelo preto estão ausentes.
  • Game 2: A versão completa do game, com todos os elementos descritos acima. Os objetos sempre estão no mesmo lugar a cada jogo iniciado.
  • Game 3: A mesma coisa do Game 2, com uma diferença básica: os objetos são distribuídos aleatoriamente pelo jogo, tornando-o mais difícil ou mais fácil, a depender.
adventure_easteregg

Espertinho esse Robinett...

Adventure também fez história sendo o primeiro jogo a conter um “easter egg”, tudo porque o criador, Warren Robinett, queria crédito por sua criação, e a Atari não permitia que os seus games fossem “assinados” pelos autores. Robinett então incluiu uma passagem secreta em um dos castelos que dava nessa tela acima, dando os créditos merecidos.

UPDATE:

Não é que fizeram um remake com gráficos bonitinhos?

Anúncios

Rapidinha: Pitfall! (Atari 2600)

b_pitfall_front

Você é Pitfall Harry e tem 20 minutos para encontrar 32 tesouros espalhados por 255 telas diferentes, todas ligadas linearmente. Cada tesouro vale uma pontuação definida, totalizando 114.000 pontos, se você for atingido por um tronco ou cair num buraco, perde pontos. Os pontos só servem para satisfação pessoal, já que você nunca vai ganhar vidas extras ou qualquer outra coisa acumulando eles.

pitfall2

Você avança as telas indo para qualquer lado, ou usando caminhos subterrâneos. O jogo não tem fim, mas se você conseguir pegar todos os tesouros 3 vezes ou conseguir gastar todo o tempo sem morrer 3 vezes, vence o jogo.

Os tesouros não estão escondidos, mas pegar todos eles não é uma tarefa tão fácil, já que você está em uma selva poligonal com cobras, escorpiões, crocodilos, areia movediça, troncos que rolam, buracos e lagos que aparecem do nada.

pitfall1

Foi um dos primeiros games a exigir precisão no controle e uma boa noção de timing, principalmente na hora de saltar sobre os crocodilos e agarrar os cipós.

Pitfall mostra que um jogo pode ser complexo, desafiador e empolgante, mesmo em um sistema limitado como o Atari 2600.