Análise: Sexy Beach 3

Breves palavras:

-Post com conteúdo impróprio para menores de 18 anos.
-Ao expandir a matéria, estará implícito que você tem a idade mínima permitida para ver conteúdo adulto de acordo com as leis de seu país.
-O FTW e seus resenhadores não são responsáveis pelo acesso indevido e indesejado à matéria.
-O objeto de análise da resenha é o jogo.  Se queres julgar ou criticar, vá assistir Big Brother Brasil.

A capa dessa maravilha <3

A capa dessa maravilha <3

Game: Sexy Beach 3
Plataforma: PC
Genero: Hentai
Produtora: Illusion

Wowo, bora com um pouco de mulher poligonal pra ver se param de odiar tanto o FTW só porque a gente esculaxa com o videogame alheio, com a mãe dos outros e com a auto-estima dessa molecada criada pela avó, que só sabe vir aqui encher o nosso saco =D .
E ah, antes que algum babaca venha com comentários tipo “vai atras de mulher de verdade” eu lhe respondo: Vá atras de um cirurgião pra ele cortar seu pinto fora e te transformar no traveco que você sempre sonhou em ser. (sem ofensas à classe mencionada, senão daqui a pouco vai encher de transexual querendo meter o pau em mim aqui nessa porra. E de pau eu não gosto.)

Neste belíssimo juego da Illusion, softhouse especialista na arte da putaria virtual, tu serás você mesmo, algo que é realmente difícil nos dias de hoje.
Você acabou de ganhar umas passagens de avião e uma estadia numa ilha paradisíaca e será nesse local que você terá a oportunidade de conhecer sete (e uma secreta) garotas:

Maya Kitamoto:

Na pose do perigo

Bael Altarus:

01
Esk Anderson:
02
Akagi Manami:
03
Maria Anderson:
04

Eo:
05
Ayase Reiko:
06

Com companias desses naipes, tem como essas férias serem melhores?
Te respondo: TEM =D !

Leia mais deste post

Anúncios

WTF: Gambiarra

Hora de outra matéria do Mestre Tsu, hoje sobre GAMBIARRAS.

Acredito que a grande maioria dos gamers já tiveram um Playstation na vida.

To falando do primeiro Playstation, aquele cinza que parecia um bloco de LEGO gigante ou ainda sua versão homossexual, o PSOne.

Podemos afirmar que a Sony chutou bundas na geração 32-bits, onde a concorrência era o Saturn e, apesar de ser mais ownage em termos de hardware, o Nintendo 64 [¹].

Como todo Playstation deveria funcionar. E tá sem fio de propósto, seu puto.

Como todo Playstation deveria funcionar. E tá sem fio de propósto, seu puto.

Digo isso não por ser Sony fanboi, coisa que não sou, mas é que a pirataria e seus jogos a 15$ deixaram as coisas muito mais atraentes pro bicho cinza feio da Sony… Apesar de que todo mundo sabe que os jogos mais legais era pro Playstation mesmo e foda-se, vc sabe que isso é verdade e se nao queres assumir, é porque queres dar a bunda mas não sabe como pedir.

Acredito que, devido à EXÍMIA qualidade das mídias usadas nas cópias dos jogos piratas do PSX, cedo ou tarde todo canhão de leitura começava a dar pau e ficava cada vez mais difícil de jogar.

Era CG travando, música picando, loadings cada vez mais demorados e crashes repentinos, especialmente quando o consoloe ficava sabendo que vc estava indo rumo a um save point. Life’s a bitch.

As esferas do prazer, que mantém o disco preso ao canhão e impede que seu console vire um helicoptero.

As esferas do prazer, que mantém o disco preso ao canhão e impede que seu console vire um helicoptero.

Eis que todo gamer surgia com várias alternativas pra aumentar a vida útil do console.

A criatividade do povo permitiu desde tentativas mais práticas e aplicáveis até macumba, reza braba e vela vermelha acesa pro Preto Véio do Alto da Montanha.

– Dar uma GIRADA no disco antes de fechar a tampa. Prática conhecida como “pegar no tranco”, aqui na Southeast Crater.

Aqui a coisa já começa a ficar preocupante.

Aqui a coisa já começa a ficar preocupante.

– Botar o console na VERTICAL. Cara, isso você via DIRETO nas lojas de games e locadoras. Talvez foi a partir daí que o PS2 pode ser posicionado tanto na vertical ou na horizontal. Ou na diagonal também, só que aí eu espero que ele caia em cima da sua cabeça, seu filho da puta. Sinceramente eu não sei o que isso acrescenta num console com revolução central como o PSX, mas… enfim, não to com vontade de ficar pensando agora, pensa aí e foda-se.

A essa altura, comemore se o console conseguir ler alguma coisa. É lucro, acredite.

A essa altura, comemore se o console conseguir ler alguma coisa. É lucro, acredite.

– Botar o console DE PONTA CABEÇA. Mermão, esse era o mais divertido. Inclusive, fiz muito isso com o meu, mas pra funcionar eu precisava colocar de ponta cabeça e por uma miniatura de BMW e dois mangás em cima dele pra funcionar, caso contrário, NECAS. O do Cosmão ( Jack T ) era ainda mais extremo: Só funcionava PENDURADO de cabeça pra baixo, pelos cabos.

– Abrir a tampa, botar o disco, apertar aquele botaozinho no canto superior (aquele que é pressionado quando vc fecha a tampa, que faz o console entender que a tampa ta fechada), ligar o videogame e FECHARATAMPACOMTODAVELOCIDADEPOSSIVEL. Dessa maneira o videogame vai funcionar da mesma maneira se vc tivesse fechado ele normalmente. Não sei porque os idiotas da rua de casa faziam isso… Digamos que essa prática entre na categoria MACUMBAS.

E tinha nego que achava que o problema era em tudo, menos no videogame.
Então era neguinho lavando o CD com detergente na pia da cozinha (eu ja TESTEMUNHEI tal ato), passando na CALÇA JEANS achando que ia tirar o risco, tacando CUSPE e outras atrocidades do genero.

O que, tá achando que eu moro no sítio? Não não, eu morava na Los Santos piracicabana, quem conhece essa merda sabe do que eu to falando. Se não conheces, passe longe.

Apesar de que convenhamos, a mídia preta era a pior de todas, EVER.
E todo Playstation, um dia, perdeu ou perderá as esferas de metal que prendem o cd naquele bagulho q fica rodando o dito cujo.

A falta dessas esferas deixam o disco frouxo igual meu saco em cueca larga, todo balangandão, e atrapalham a leitura

Falando em gambiarra, e aqueles games TRES EM UM? Porra, eu tinha um que tinha todos os Crash Bandicoot, só não podia assistir a abertura do 1 senão travava. NICE!

Tinha um outro tambem, tinha Tony Hawk Pro Skater, Trasher Skate and Destroy e um outro lá de Snowboard. Funcionava tudo lindo, exceto pelo THPS que só tinha duas músicas. NIIIICE!

Agora me pergunto… será que é só no BR que existe essas porras?

Atualmente a McGayverzisse ficou mais elitista, com os modchips, gravações em HD e o caralho.

O ápice, na minha opinião, é emular o proprio Playstation em um PSP. Terminei Parasite Eve recentemente dessa forma.

Ah, a nostalgia…

Só eu sabia a emoção que era ver o meu Metal Gear Solid, DISC 1, midia preta, rodando após pegar no tranco, depois de girar o console de ponta cabeça e colocar a BMW e dois mangás em cima.

O meu só funcionava assim.

O meu só funcionava assim.

[¹] – OH MY GOD! NINTENDOOOOOOOOOOO SIXTY FOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOUR!!1!

WTF: HUD

Hoje o Tsuzão falará sobre o HUD.

“Mas que porra é um HUD, Professor Tsu?!”, você deve está se perguntando.
Explico, meu caro aluno idiota e ignorante:

HUD significa Heads-Up Display, que é a representação visual dos elementos que situam o player dentro do universo do jogo.

Pra que tabela de calorias se todas as informações estão disponiveis em real time?

Pra que tabela de calorias se todas as informações estão disponíveis em real time?

Quem joga FPS (First Person Shooter) aprendeu a mensurar e administrar todos os seus recursos e atributos atraves das informaçoes presentes no HUD, como seu HP, MP, armor, munição, itens e armas em sua posse, radar mostrando o layout do local que vc se encontra alem da localização dos inimigos e NPCs, etc etc
Tomamos mais cuidado quando o HP está baixo, economizamos nas magias quando estamos sem MP, sabemos se devemos atirar à vontade ou ser mais preciso de acordo com a quantidade de munição, saber se podemos andar indiscriminadamente ou se temos que nos mover sutilmente na presença de inimigos atras de uma porta…

Escolhas rápidas e eficazes...

Escolhas rápidas e eficazes...

Tal advento só existe nos mundos dos games e eu tenho certeza que, diante disso, todo dia algum gamer já imaginou como seria sua vida se houvesse um HUD na sua visão. Os mais sinceros vão até admitir que ja imaginaram um HUD durante o dia-a-dia.
Reserve cinco minutos e imagine como tudo poderia ser. Você olhar pra alguem e ter na sua visão as mais variadas informações dela como humor, afinidade com vc, nome, dentre outros. E NÃO ME VENHA FALAR EM SCOUTER![¹]

... que nem sempre adiantam alguma coisa

... que nem sempre adiantam alguma coisa

Tá certo que não seria tão emocionante como nos games, já que na vida real a gente não precisa de um Soliton Radar, como em Metal Gear Solid 1 e 2 e também não andamos por aí portando armas então não precisamos de um contador de munição, mas ainda assim as possibilidades de um HUD são infinitas.
Um exemplo bacana é o próprio The Sims, que mostra as mais variadas informações pessoais como fome, diversão, cansaço, etc etc.

Negociantes olhariam e veriam as chances de fechar um negócio bem sucedido. Criminosos olhariam e veriam quanto de dinheiro a pessoa possui, pra não assaltar um pé rapado na rua. Padres da Igreja Universal do Reino de Deus veriam quanto dinheiro seria possível arrancar do fiel.
Os mais tímidos e fracassados no amor (aka otaku punheteiro hentai lover) CERTAMENTE já imaginaram como seria tudo mais facil se ao olhar pra uma garota (ou garoto, caso tu sejas bicha) e saber o nome dela e quais as chances que você teria de levar ela pra cama e até mesmo falas para escolher de acordo com o que a garota conversasse contigo. Que jogue a primeira pedra quem nunca jogou True Love no computador, só nao jogue em mim senão eu dou uma vassourada na sua cabeça. ¬_¬

* fap fap fap fap *

* fap fap fap fap *

Apesar das funcionalidades que o HUD oferece, é questionável se eles seriam de grande auxílio em nossas vidas.
Lembrando que não existe LOAD GAME e nem CONTINUE se a sua vidinha der GAME OVER, seu n00b. Um marcador de HP só serviria pra acabar com a sua auto-estima XD .
MP pra que se não sabemos lançar magias (macumba não vale)? Munição muito menos…

favor consultar a disponibilidade em nosso site, www.tsunami-industries.com

Night vision: favor consultar a disponibilidade em nosso site, http://www.tsunami-industries.com

Mas não da pra negar que seria altamente divertido.

E você, meu caro aluno infeliz… Quais elementos formariam seu HUD?
O comment ali embaixo não é de enfeite então USE-O, porra!

[¹]: Nappa: Hey Vegeta, what does your scouter says about his power level?
Vegeta: …it’s OVER NINE THOUSAND!

Análise: Max Portable 2 (PSP)

A capa dessa maravilha. <3

A capa dessa maravilha. <3

Game: DJ Max Portable 2
Plataforma: PSP
Genero: Musical
Produtora: Pentavision

“Nada se cria, tudo se copia”.

Frase velha, porém verdadeira e, obviamente, não poderia deixar de ser válida para os games.

Junto com Guitar Hero, veio uma ruma de jogo filho da puta tudo no mesmo estilinho, de tocar musiquinha e a porra. Altamente homossexual, porém divertido.

E não, eu não to saindo do armário, é que é divertido mesmo ficar tocando aquela merda em pé, na frente da tv, se achando o rockstar. Venha falar merda que eu taco a guitarra na sua orelha e trate de chamar a sua mãe também.

Pois bem, DJ Max Portable DOIS segue o mesmo lance de tocar a musiqueta enquanto as notas descem pela tela, porém, se no GH você toca guitarra e no porno você toca punheta, no DJMP2 você toca VAI SABER O QUE! Cada musica e cada momento dela o player toca uma porra diferente e foda-se pra adivinhar qual é qual.

Escolha a trilha sonora pra tomar um ownage.

Escolha a trilha sonora pra tomar um ownage.

É a maior feira que eu já vi em um jogo, vá se foder. Numa hora você ta tocando o tuntz tuntz, em outra vc ta tocando bateria, depois sanfona, depois triangulo, depois o caralho… ah, foda-se.

A dificuldade é ABSURDA, chega um momento que é tanta bagaça descendo pela tela que se tu fores bicha, irás ter um verdadeiro PITÍ com o PSP na mão, e se fores masoquista, existem opçoes com 5 e 6 botoes a mais pra vc apertar na hora que estiveres tocando seu super HIT musical, AU AU.

Só tente nao perder a vontade de jogar apos levar um extreme tentacle rape das dificuldades mais elevadas.

O zuado é que nem sempre as ‘notas’ são as mesmas, o que pode causar uma certa cacofonia dependendo da musica e da sua habilidade manual com o PSP. Se fosse com um vibrador, certamente vc tiraria A+ em todas as musicas, né pederasta dos infernos?

Aqui a coisa ta sussa.

Aqui a coisa ta sussa.

Existe uma caralhada de musica pra tocar, dos mais variados estilos possiveis. Algumas são extremamente r0x, como a Mess It Up e Divine Service, já outras são bem idiotas.

Musica a musica, vc ganha pontos para comprar porcarias no ShoppingTudo do jogo, puramente safado, pois detona com seus pontos à troco de praticamente nada.

Uma diversão à parte, pra quem se garante no jogo, é criar remixes proprios dentro de cada musica, no intervalo de uma parte a outra pois, diferente dos outros jogos do genero, ao teclar uma tecla errada voce nao perde seu combo, somente se perder a nota.

O visual do jogo é um ponto que merece ser comentado. Durante cada musica, fica um video no fundo, alguns com historinha, outros não. Como se desse tempo de ver algo, já que a tela frita de tanto bagulho pra vc apertar.

Repare no combo e na velocidade que esse no-life ta jogando. 98338 HITS e 2.5X da velocidade!1!

Repare no combo e na velocidade que esse no-life ta jogando. 98338 HITS e 2.5X da velocidade!1!

Por se tratar de um jogo de koreano fumeta, espere altas doses de anime, burusera (que ja começa na capa do jogo, que deixou meu cetro cerimonial levemente enrijecido) e musicas do tipo.

Para apreciar a arte grafica do jogo e as musicas, existem varios modos de exibiçao, pra vc ouvir as musiquetas ou assistir os videozinhos. SHU!

Quem tiver curiosidade, vai no youtube que tem varios videos e muita gente retardada tocando aquela porra nas velocidades mais absurdas possiveis.Ao menos vc vai ver que tem gente tao sem vida quanto voce =D .

É um bom jogo, que recomendo pra quem curte essas coisas meio japoronga da vida, como musicas felizes, animezinho rolanabunda e etc. Otherwise, foda-se.

Graficos star-colorstar-colorstar-colorstar-colorstar-color
OST star-colorstar-colorstar-colorstar-colorstar-grey
Jogabilidade star-colorstar-colorstar-colorstar-greystar-grey
Gameplay star-colorstar-colorstar-colorstar-greystar-grey
Diversão star-colorstar-colorstar-colorstar-colorstar-grey
Geral
star-colorstar-colorstar-colorstar-greystar-grey