Games OLDbscuros: Nankoku Shounen Papuwa (SNES)

Japoneses obscuros que não viram a luz do ocidente são peças abundantes na biblioteca do nosso querido Super Nintendo, a maioria desses games são bastantes, por assim dizer, “bizarros”.

Nankoku Shounen não foge a regra. Mais um plataformer com um herói pequeno e cabeçudo com cabelo espetado que libera magia com as mãos no estilo kamehameha e tem um poderoso inimigo – parecido com ele – para vencer.

Nosso herói e o clássico sol brilhante japa ao fundo

O jogo é simples. Um botão para atacar, outro para saltar e um terceiro para liberar a limitada magia limpa-tela. Os botões L e R servem para uma rasteira no estilo Megaman que é bastante útil para a maioria dos inimigos comuns, mas cuidado, R vai dar rasteira para a direita e L para a esquerda. Usando L ou R no ar, Shintaro manda uma voadora para baixo no estilo Akuma, estiloso.

Inimigos estranhos por aí

Shintaro, o nome do nosso herói, começa sua aventura sem entender nada que está acontecendo à sua volta. Começa logo de cara sendo atacado por um saco de feijão e um guarda chuva com uma bota chutando, depois encontra um caramujo gigante falante e um mini-boss aparece, finalmente alguem de aparencia humana na parada. Mas espere…

Muito rude esse Shintaro, não acham?

Mini-boss quer algo que você nem sabe que tem

Para wins, você só tem uma vida, dividida num health de 4 barras, ali em cima. Inicialmente tens também 3 Kamehamehas e um contador de Level que aumenta a cada inimigo derrotado, recomendo matar tudo que estiver se mexendo para upar ligeiro.

 

Enfim, o jogo é isso, uma sequência de bizarrices e personagens estranhos toda hora, tem bons gráficos e diálogos bem divertidos. Recomendo.

Chefe bizarro, cada golpe o divide por 2, literalmente.

Frase deveras esquisita e dúbia

 

Mapinha do caos e o pássaro gordo que aparece o tempo todo, deve ser um aliado.

WIN!

Post dedicado ao incansável debulhador de plataformers 16 bits, Max Carnage.

 

 

Anúncios

Games OLDbscuros: North & South (nes)

GAME:  North & South
PLATAFORMA: Nintendinho (nes)
ANO: 1989
PRODUTORA: KENKO
PLAYER: 1 ou 2 players
SAVE:  Sei lá….

North & South é um game baseado na guerra civíl americana que mistura estratégia, war, cartoons, humor leve

Leia mais deste post

Games OLDbscuros – Kagero: Deception II

GAME:  KAGERO: DECEPTION II
PLATAFORMA: PLAYSTATION
ANO: 1998
PRODUTORA: TECMO
PLAYER: 1 player
SAVE: Sim 1 slot no memory card

Quando eu ganhei meu Playstation em meados de 99 eu continuava um pentelho de locadora. Freqüentava duas perto da minha casa, uma delas eu praticamente cresci dentro, a outra eu freqüentava mais pelos amiogos, era a ULTRA GAMES (engraçado como lembro do nome de TODAS as locadoras que eu fui). Ultra games era uma locadora meia boca já indo pra falência devido a concorrência da outra, possuía 4 super nintendos, 1 saturno (coisa rara) e 1 playstation. Eu era amigo do dono e frequentemente emprestávamos ou trocavamos jogos de Playstation. Numa dessas eu acabei pegando esse tal “KAGERO” um jogo que o dono da locadora disse que era horrível e ninguém jogava (sem contar que o game era japonês). Bem… como sou do contra e amo jogos bizarros, encarei o fardo… e até hoje uma vontade imensa de jogar novamente essa preciosidade.

Leia mais deste post

Games OLDbscuros: POWERSLAVE (psx, saturn, pc)

Game: Powerslave
Plataforma: PLAYSTATION
Gênero: FPS / 1person shooter!
Ano: 1996
Produtora: Lobotomy software
Possui SAVE

Uma das minhas capas preferidas!

Powerslave foi um game que joguei muitoooooooooo no meu velho playstation, é um firstpersonshoter, ou seja, um jogo de tiro em primeira pessoa semelhante à duke nuken, mas nesse caso o ambiemnte é o egito. O jogo é melhor que os similares da época em vários sentidos mas não sei por que diabos acabou não emplacando!

Leia mais deste post

Games OLDbscuros: Shipwreckers (PSX I )

Game: Shipwreckers
Plataforma: PLAYSTATION
Gênero:  Shot’em up de barquinho!
Ano: 1998
Produtora: Psygnosis
Possui PASSWORDS

Pensem em um game com piratas pra playstation 1! Bem, o único que me vem a cabeça é SHIPWRECKERS! Apesar de não ser um game muito difundido, tambem não chega a beira do desconhecido, inclusive conheço várias almas que ja tiveram o prazer de jogar esse puzzle action shooter hibrido game.

Leia mais deste post

Games OLDbscuros: Shadow Tower (PSX1)

Game:  Shadow Tower
Plataforma: Playstation 1 (PSX1)
Gênero:  RPG First Person Shoot
Lançamento:  1998
Produtora: From software

Esse é um jogo que joguei bastante mas nunca tive ninguem que pudesse conversar, sempre que chegava em alguem:

-E ai já curtiu shadow tower?

A resposta era sempre a mesma

-Não… nunca ouvi falar…

Bem… acredito que um post aqui não vai resolver essa situação, mas pelo menos vou divulgar esse jogo pouquissimo conhecido (haja visto que o povo que entra aqui é nerd em games, acho que vai ser munição disperdiçada, mas vamo lá)

Leia mais deste post

Games OLDbscuros: Adventures of Little Ralf (PSX)

Plataforma: Playstation
Gênero: Aventura
Jogadores: 1

pelado e fudido, que destino...Um dos raríssimos jogos clássicos 2D de plataforma que pintaram no PSX, Adventures of Little Ralf conta a história de Ralf, um garoto que vê de perto sua vila ser destruída por um demonho.
Como se não bastasse, sua mãe, tentando salvá-lo, acaba sendo raptada pelo demonho, que foge logo em seguida.
Um lendário espírito preso em uma espada aparece e concede à Ralf os poderes pra ele destruir o mal e salvar sua mãe.

 

Plataformas por todos os lados

Adventures of Little Ralf resume e exemplifica muito bem o que eram os clássicos jogos de plataforma da saudosa época do SNES e Mega Drive.
Controlando o herói, o jogador tem apenas 2 botões: ataque e salto, sendo possível carregar o ataque para desferir um golpe mais forte.
Itens estão espalhados por todas as fases, principalmente frutas, que concedem pontos. Atingindo uma certa quantidade de pontos, o jogador ganha vidas.
O game tem continues infinitos e certos checkpoints nas fases.
Alguns itens concedem energia e uma espada melhor, que inclusive atira bolas de fogo para ataques à distância.

Fases variadas

upgrades da espada por todos os cantos

As fases desse jogo são sempre temáticas e lineares: Ralf não para nem um segundo, os loadings entre as fases estão disfarçados, mas nada que comprometa a jogabilidade, basta ligar e jogar sem parar.
A trajetória do herói passa por cidades, esgotos, um deserto, pirâmides, florestas, enfim, tudo que existe nos clássicos games de aventura dos 16 bits.
Algumas fases tem passagens secretas e demandam tempo para serem completadas.
Dependendo da pontuação e do tempo gasto, pode-se quebrar recordes e ganhar mais vidas.

Colírio pros olhos

Adventures of Little Ralf tem gráficos belíssimos, usando e abusando dos efeitos que o PSX podia gerar na época.
Em certas ocasiões, lembra muito os efeitos de Alundra, outro clássico pro console.
Magias e ataques mais fortes possuem efeitos de transparência, assim como o fogo.
Os inimigos são bem caprichados e existem aos montes, todos bem posicionados pra atrapalhar a vida do jogador.
As músicas são belíssimas, coisa rara de se ver hoje em dia. Cada uma delas foi muito bem adaptada na fase e passa muita emoção na mesma.

Defeitos

Nem tudo são flores aqui, mas podem ter certeza: o jogo compensa.
A dificuldade é bem elevada nas fases adiantadas, e, pros que gostam de coletar tudo na fase, o desafio será grande.
Alguns itens estão muito bem escondidos em plataformas altíssimas.
Outro porém são os pulos de Ralf, bastante curtos na maioria das vezes.
Um pulo duplo aqui seria excelente.

Tirando esses pequenos poréns, o jogo brilha.
Gráficos, músicas, efeitos sonoros, carisma e o ar nostálgico valem muito a pena.
Quem sabe um dia esses grandes jogos 2D não voltem a imperar.

Pontos Positivos:
– gráficos e efeitos belíssimos;
– trilha sonora de primeira;
– nostalgia pura, evidenciando a qualidade dos jogos 2D como nenhum outro na época;

Pontos Negativos:
– pulos às vezes curtos demais, mortes desnecessárias;
– pouca variedade de armas;
– dificuldade alta nas fases adiantadas podem afastar os jogadores mais casuais;

NOTA FINAL: 9